CADUCIDADE DA EDUCAÇÃO PÚBLICA BRASILEIRA: ENTRAVE PARA O ACESSO À CARREIRA DA MAGISTRATURA

Autores

  • Maria de Fátima Neves da Silva

DOI:

https://doi.org/10.56256/themis.v12i0.50

Resumo

A caducidade e desadequação da escola pública brasileira estampam-se nos dados recolhidos de pesquisas sobre aquisição das competências educacionais mínimas, às quais todos os brasileiros têm direito constitucional. O paradigma educacional brasileiro, em pleno século XXI, é o mesmo  implantado por ocasião da Revolução Industrial. É clara a vinculação entre o conceito de cidadania, a participação no mercado de trabalho e a finalidade da educação, porém, a escola pública brasileira, ainda firmada em moldes tradicionalistas, não ensina para a vida e nem para o trabalho. Dessa forma, constitui-se em um entrave ao aluno oriundo da educação básica pública para o acesso à carreira da magistratura. As escolas de magistratura, imbuindo-se de responsabilidade social, podem romper minimamente com essa situação de injustiça social.

Downloads

Publicado

2016-05-11

Edição

Seção

ARTIGOS