A INTEGRAÇÃO DOS SABERES MÉDICOS NO PROCESSO DE FORMAÇÃO DA SENTENÇA: UMA PERSPECTIVA FOUCAUTIANA

Eduardo Gusmao Quadros, Alessandro de Assis Aguiar, Adegmar José Ferreira

Resumo


Este artigo trata da descrição de atitudes que mostram o deslocamento do objeto da punição do corpo para a alma e a anexação de saberes à prática processual penal. Damos atenção privilegiada às operações presentes na evolução histórica do moderno exercício da atividade de punir, desde o final do século XVIII. Demonstra-se que a formação da sentença punitiva inclui outros saberes e todo um arcabouço político-social envolvendo o trabalho cotidiano dos juízes. Utilizamos de algumas gravuras para demonstrá-lo, baseando-nos teoricamente na obra de Michel Foucault.


Texto completo:

PDF

Referências


BERTIN, CLaude. Grandes Julgamentos da História: Ravaillac e Charlotte Corday. Rio de Janeiro: Otto Pierre, 1978

BARRET-KRIEGEL,Blandine . “Ata de apresentação perante a câmara de acusação” in barret-kriegel,Blandine (Org.). Eu, Pierre Rivière, que degolei minha mãe, minha irmã e meu irmão. São Paulo: Graal, 2012.

BECCARIA, Cesare. Dos delitos e das penas. Edição digital ebooksBrasil. Disponível em http://www.dominiopublico.gov.br/download/texto/eb000015.pdf.

CANNING, J. P. Politics, Institutions and Ideas. In: BURNS, J. The Cambridge History of Medieval political Thought. Cambridge: Cambridge University Press, 1988, p.341-366.

DALLARI, Dalmo de Abreu. Elementos de Teoria Geral do Estado.São Paulo: Saraiva, 2012.

DUMONT, Louis. O individualismo: uma perspectiva antropológica da ideologia moderna. Rio de Janeiro: Rocco, 1985.

DESCARTES, René. As paixões da alma. São Paulo: Lafonte, 2012.

FAUCHER, L. De La reforme des prisions. 1838,. In: Foucault, Michel. Vigiar e Punir. Rio de Janeiro: Vozes, 2007, p.274-282.

FOUCAULT, Michel. Vigiar e Punir. Rio de Janeiro: Vozes, 2011.

FOUCAULT, Michel. Estratégia, Poder-Saber. Rio de Janeiro: Forense, 2012.

GOMBRICH, Enst.H. A História da arte. Rio de Janeiro: LTC, 2012.

HUNT, Lynn. A invenção dos Direitos Humanos. São Paulo: Companhia das Letras, 2007.

MOTTA, Manoel Barros da. Crítica da razão punitiva: nascimento da prisão no Brasil. Rio de Janeiro: Forense, 2011.

MULAN, Patricia. “Annales d’hygiène publique, 1836” In BARRET-KRIEGEL, Blandine (Org). Eu, Pierre Rivère, que degolei minha mãe, minha irmã e meu irmão. São Paulo: Graal, 2012.

SZÁSZ, János. Diário de uma louca (2007). Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=iqBE3s-ZiX8 , consultada em 20/08/2019.

WACQUANT, Loic. Punir os pobres: a nova gestão da miséria nos Estados Unidos. Rio de Janeiro: Editora REVAN, 2003.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


e-ISSN: 2525-5096